Após quase três meses Araci registra 1º homicídio do ano

por Redação SN
Após quase três meses Araci registra 1º homicídio do ano
©divulgação PC Araci

Depois de quase três meses sem registro de homicídio, Araci voltou a contabilizar este tipo de crime nesta segunda-feira (23/3). E o primeiro homicídio do ano foi registrado durante a tarde, após um homem, de 51 anos, sofrer golpes de facas durante uma briga no povoado Barreira, zona rural de Araci. O homem morto foi identificado como José Moura da Costa, de 51 anos.

De acordo com informações apuradas pela Policia Militar, o fato ocorreu quando dois homens se desentenderam, o autor desferiu golpes de faca na vítima, que mesmo ferido, José Moura correu por alguns metros. Populares encaminhou o homem rapidamente para o Hospital Municipal da cidade, a vítima não resistiu ao ferimento e morreu. A Polícia Militar compareceu no endereço dos fatos na tentativa de prender o autor, porém o mesmo já havia fugido. Na residência do acusado os militares encontraram, três armas de fogo de fabricação caseira, um simulacro de pistola, duas porções de cocaína e outra de maconha, todo o material foram apreendidos e apresentados a Depol. Porém até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. Também não foi informado o motivo da discussão entre os envolvidos. O caso passa agora a ser investigado pela Polícia Civil.

O último homicídio ocorrido em Araci foi no ano passado, e havia sido registrado dia 28 de dezembro. Publicação feita pela reportagem do SN no dia 12 de março, mostrou a 100%  a redução de crime desta natureza, ou seja, 86 (oitenta e seis) dias que as autoridades policiais não tinha registros de crimes contra a vida. Isto não acontece desde 2016. A trégua é resultado de ações conjuntas entre as forças de segurança Policia Militar e Policia Civil. Onde foram ampliados os trabalhos de inteligência contra o tráfico de drogas. Além disso foram cumpridos vários mandados de prisão, e apreensões de armas de fogo. O esquema de segurança vem trabalhando diuturnamente para garantir a segurança da sociedade no município.

Vale também ressaltar que este último crime, é um caso isolado, e não tem envolvimento com tráfico de drogas, e os dois envolvidos estavam ingerindo bebida alcoólica.

A cidade de Araci poderia ser considerada uma das mais violentas do território sisaleiro na Bahia devido ao grande número de homicídios. No entanto, uma nova era chegou a  terra “Mãe do Dia”, e o clima de paz e tranquilidade deve continuar a pairar sobre a cidade da Mesorregião do Nordeste Baiano.

Titular da Delegacia de Polícia de Araci, o delegado Dr. Thiago Pessoa, destaca o trabalho focado na desarticulação de grupos criminosos e na integração das polícias para justificar a redução de 100% no número de mortes violentas no município.

Saiba mais noticias de Araci AQUI

SN Noticias

Recomendados para você

Deixe um comentário