Divulgação

Por G1 BA


Duas pessoas foram mortas e outros três adolescentes foram encontrados com sinais de tortura, dentro de um casarão localizado na tradicional Ladeira do Taboão, que liga o bairro do Comércio ao Pelourinho, Centro Histórico de Salvador. O caso ocorreu na noite de quarta-feira (15). Conforme a polícia, as pessoas que morreram não foram identificadas, mas uma delas é adolescente, e os sobreviventes têm idades entre 16 e 17 anos.

De acordo com informações da 16ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Comércio), por volta das 19h, policiais militares da unidade foram acionados para atender a uma denúncia de tortura e homicídio dentro do casarão. No local, a guarnição localizou três pessoas com sinais de tortura, ainda vivas, e as outas duas já mortas. Ao perceber a presença dos policiais, os autores dos crimes, que ainda estavam no local, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a guarnição. Na ação, um dos autores foi preso e conduzido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os demais conseguiram fugir.

A guarnição isolou a área e acionou o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para remoção dos corpos e realização da perícia. Na manhã desta quinta-feira (16), a PM prendeu mais um dos suspeitos do crime, que será investigado pela Polícia Civil. Das cinco vítimas, três foram feridos com arma branca, um foi morto a tiros e o outro foi morto a golpes de arma branca. O tipo de arma branca usada no crime não foi especificada.