Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil Nova Soure pelo crime de estupro de vulnerável

por Redação SN
Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil Nova Soure pelo crime de estupro de vulnerável
Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil Nova Soure pelo crime de estupro de vulnerável | Reprodução

Um homem de 32 anos foi preso em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável, nesta sexta-feira, 04/06, pela equipe da Delegacia da Polícia Civil de Nova Soure, que fica à cerca de 82 KM de Serrinha-BA. Segundo a polícia, a prisão foi possível após ação rápida dos investigadores da DT/Nova Soure sob comando do Delegado Dr Plínio Monteiro

De acordo com informações apuradas pelo repórter e radialista Reny Maia, por volta das 14 horas, a Polícia Civil de Nova Soure, por meio da equipe de investigação da 25ª COORPIN/Euclides da Cunha, sob o comando do Delegado Dr Plínio Monteiro, titular da unidade policial, foi informada por preposto do hospital do município, de que naquela unidade havia dado entrada uma jovem com 18 anos, vítima de estupro. Após coletar informações do ocorrido, a equipe empreendeu diligências no sentido de identificar e capturar o autor do crime.

De acordo com a apuração da Polícia Civil, um homem de iniciais J F S, 32 anos, foi capturado em uma casa abandonada localizada nas proximidades do cemitério, que fica no Bairro de Fátima, por volta das 15 horas. Oportunidade em que confessou ter mantido relações sexuais com a vítima, mas alegou que foi de forma consensual. Conforme o registro da polícia, ao prestar declarações, a genitora da vítima informou que contratou o investigado para prestar serviços como pedreiro em sua residência, onde se encontrava a vítima e uma outra filha. 

Ocorre que, o investigado solicitou que a irmã da vítima fosse comprar um item de construção no comércio, oportunidade em que praticou a violência sexual. A vítima contou aos familiares que foi forçada a manter relações com o autor. Ainda segundo informações da genitora, a vítima é portadora de paralisia cerebral, condição conhecida pelo investigado. O Laudo pericial confirmou a violência. Foram apreendidas roupas do investigado com manchas de sangue. Lavrado Auto de Prisão em Flagrante.

Do SN Notícias colaboração repórter Reny Maia. Veja mais notícias da Região acompanhado pelas mídias sociais,  FacebookTwitterInstagram  e  YouTube.

Recomendados para você

Deixe um comentário