Caso aconteceu na área externa de um espaço de show, localizado na saída para o Povoado de Ipiraí, esta localizado na bacia do rio Jacuípe. Caso deve ser investigado como homicídio.


Um jovem de 18 anos foi morto após ser espancado por dois homens após sofrer uma emboscada na entrada da cidade, próximo de um posto de combustível de Capela do Alto Alegre, na madrugada deste domingo, (13/01). Conforme informações do Calila Notícias, dois homens foram  presos como suspeito, horas depois do crime pela polícia de Capela e foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Riachão do Jacuípe.

Kelvin Douglas, residente na Rua Vera Cruz nº 185, Bairro Novo Horizonte, Capela do Alto Alegre, foi espancado por Robério dos Santos Oliveira, 41 anos, e Leidvan da Silva Coelho,33, e que o mesmo foi socorrido para o Hospital São Lucas, porém veio a óbito.

O pai da vítima, Gercival da Luz Pacheco compareceu no pelotão e informou aos policiais de plantão que Kelvinho, havia sido espancado por dois homens nomes acima citado, ao tomar conhecimento do caso uma guarnição do 4º Pelotão da PM vinculado a 90ª CIPM/Riachão, formada pelo sargento Marcelo Crispim e soldado Joseval iniciou a diligência conseguindo prender os acusados por volta das 06h.

Um dos acusados, o Leidivan cumpriu pena de seis anos na penitenciaria por ter assassinado sua companheira em Várzea da Roça no dia 12 de outubro de 2010. Eliane Mota Fagundes, 25 anos, foi encontrada morta por populares em sua residência situada à Rua do Cruzeiro no município de Várzea da Roça.

Na ocasião a mãe da vítima a senhora Cindolfa Mota Fagundes disse em entrevista a Rádio Jaraguar AM que viu sua filha pela última vez no domingo, 10 de outubro de 2010, em Mairí, cidade onde reside. Segundo ela, Eliane teria dito que não queria mais viver com seu atual companheiro, Leidivan da Silva Coelho, que na época tinha 25 anos. Depois disso sua filha voltou para a Cidade de Várzea da Roça, onde não foi mais vista até seu corpo ser encontrado já em estado de decomposição, além disso, segundo a Policia, o mesmo respondia por crime de estupro de vulnerável contra uma criança de 12 anos em Capela.

A PM informou também que Robério era usuário e não tinha passagem pela delegacia local. A motivação do crime ainda não foi esclarecida pela policia local.

Por SN/Calila Noticias com informações de Goby Rios e PM