Pesquisador natural de Tucano-Ba coordena equipe para desenvolver vacina contra o novo coronavírus

por Redação SN
Pesquisador natural de Tucano-Ba coordena equipe para desenvolver vacina contra o novo coronavírus

Gustavo Cabral nasceu na cidade de Tucano, localizado na Mesorregião do Nordeste Baiano, se formou em Ciências Biológicas na Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e depois estudou em países como Suíça, Portugal e Inglaterra.

LEIA TAMBÉM: Começa segunda-feira (23) a Campanha de Vacinação contra a Gripe

O tucanense, que faz parte da equipe comandada pelo médico Jorge Kalil, acredita que é precipitado a ação de chineses de autorizar que pesquisadores iniciem testes de segurança em humanos de uma vacina experimental contra o novo coronavírus.

“Isso não é ciência. A gente pode pensar se obtivermos resposta factível, real, se utilizar em larga escala, nós estamos falando de seres humanos”, disse Gustavo Cabral.

“Isso é preocupante. A gente não pode, de forma alguma, curar a parte do pré-clínico, em experimentação animal. Uma coisa é montagem teórica, mas em vivos quase tudo é diferente do que a gente planejou”.

LEIA MAIS: Profissionais da saúde da Bahia fazem apelo nas redes sociais: ‘Fique em casa por nós’

O projeto brasileiro quer criar em laboratório um vírus de mentira e colocar nele pedaços do coronavírus. Assim, segundo os pesquisadores, seria possível fazer os testes em cobaias.De acordo com o médico Jorge Kalil, os testes devem ser feitos em animais nos próximos meses.

“Nós teríamos que ter uma capacidade de testar as pessoas assim como a Coreia fez, ela testou as pessoas e isolou os jovens que não estavam com sintomas, mas estavam transmitindo a doença e com isso eles conseguiram parar o surto”, explicou o médico.

Segundo Gustavo Cabral, o grupo brasileiro continua na produção da vacina contra o novo corornavírus. “Aqui no Brasil nós temos um corpo técnico e intelectual fantástico. Na UFBA eu conheço um monte de gente, alguns amigos que são espetaculares, que dão respostas muito rápidas para a sociedade”, disse.

“Nós temos institutos maravilhosos como o Instituto Butantan e Fundação Oswaldo Cruz. Com essa experiência que eu tenho fora do país, nesses últimos cinco anos, o nosso corpo intelectual não deixa a desejar para ninguém”.  disse Gustavo Cabral em entrevista a TV Bahia.

Por G1-BA —  Foto: Reprodução/TV Bahia

Recomendados para você

Deixe um comentário